ENSINO E PESQUISA

CENTRO DE ESTUDOS

Projetos Especiais

• Projeto de Qualificação da Força de Trabalho de Agências Transfusionais
Desenvolvido em parceria com a Coordenação Geral do Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde –CGSH/MS, o projeto já qualificou 164 profissionais de Agências Transfusionais do país identificadas pela ANVISA como sendo de médio e alto risco sanitário. São desenvolvidas oficinas teórico-instrumentais de 40 horas para turmas de 12 cursistas, contando com a participação docente de profissionais da Hemorrede de Santa Catarina e de outros serviços públicos de Hemoterapia em nível nacional.

• Projeto A História da Hemoterapia de Santa Catarina: dos anos 50 aos dias atuais
O projeto apresenta como objetivo geral resgatar a história da hemoterapia catarinense com foco na implantação, implementação e consolidação da hemorrede pública do estado. Tem como objetivos específicos: conhecer o cotidiano da construção da história da hemoterapia catarinense do período de 1950 a 2015; compreender os significados da hemoterapia e da hemorrede estadual para os profissionais envolvidos na construção da hemorrede; identificar as forças e potências no cotidiano da construção da história da hemoterapia e da hemorrede em Santa Catarina; conhecer a percepção dos profissionais envolvidos na hemorrede sobre o futuro da Hemoterapia e da hemorrede em Santa Catarina; conhecer os desafios para hemoterapia e da hemorrede em Santa Catarina identificados pelos profissionais em seu cotidiano. Como hipótese, estabeleceu-se que a partir das pequenas histórias emersas do cotidiano e do imaginário, (evolvendo percepções e significados), de colaboradores, pode-se construir a trajetória da hemoterapia e da hemorrede catarinense, garantindo o protagonismo e reconhecimento da atuação profissional de cada um, através do registro de sua importância na história da Saúde no Estado de Santa Catarina. O projeto está sendo desenvolvido no Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina – HEMOSC, a partir de uma pesquisa do tipo exploratório-descritiva, com abordagem qualitativa, pesquisa documental e utilização de entrevista como instrumento de coleta de dados. Os entrevistados foram 18 protagonistas dentre profissionais que trabalham ou trabalharam no HEMOSC e outros colaboradores que vivenciaram o processo de construção da história da hemoterapia catarinense. Justifica-se pela falta de registros informativos sobre esta construção histórica. A operacionalização do projeto segue os preceitos legais para pesquisa com seres humanos instituídos no Brasil, como a Resolução 466/2012/CNS/MS. Como resultado, está em finalização a elaboração de um livro que conta com a iniciativa e envolvimento de alguns profissionais do HEMOSC em cooperação técnica com a UFSC, por meio da articipação de duas docentes do curso de Pós-graduação em Enfermagem e do convênio firmado com o Ministério da Saúde.

• Sub-projeto: Futuro e Desafios no Cotidiano da Hemoterapia e da Hemorrede em Santa Catarina: o imaginário dos profissionais.
Este é um desdobramento do Projeto A História da Hemoterapia de Santa Catarina: dos anos 50 aos dias atuais, como resultado da parceria entre HEMOSC e Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. O projeto foi submetido ao Departamento de Projetos de Pesquisa da Pró-Reitoria de Pesquisa (DPP/PROPESQ) junto ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC, 2014 a 2015. Teve a participação de uma bolsista do Grupo de Pesquisa NUPEQUISFAM-SC e, dos demais pesquisadores do Projeto A história da Hemoterapia de Santa Catarina: dos anos 50 aos dias atuais. Apresentou como objetivos divulgar os resultados da pesquisa nos ambientes técnicos, de ensino e científicos, como eventos locais, regionais, nacionais e internacionais e, produzir artigos para publicação em periódicos nacionais e internacionais, objetivos esses atingidos durante a vigência de aprovação do PIBIC.

• Curso de Especialização em Hematologia e Hemoterapia Laboratorial
O Curso de Especialização em Hematologia e Hemoterapia Laboratorial, realizado em parceria com a UNISUL, em 2016, encontra-se na 9ª edição. Trata-se de uma iniciativa de cooperação técnica cujos principais ganhos institucionais são a possibilidade de atuação em docência por profissionais da Hemorrede Pública de Santa Catarina, a visibilidade e divulgação da excelência da Hemorrede Estadual, o fomento ao desenvolvimento da pesquisa no âmbito institucional e ainda, a possibilidade de formação de profissionais do quadro, por meio das bolsas envolvidas no contrato de parceria.

O Módulo de Ensino Hemoterapia Laboratorial é realizado sob a coordenação do Hemosc, sendo os docentes envolvidos nesta unidade de aprendizagem, os profissionais da instituição com expertise nos conteúdos ministrados.
A turma atual conta com 20 profissionais de formação variada em saúde, prevalecendo a formação em Farmácia e Bioquímica. Os integrantes são oriundos de serviços de saúde públicos e privados das mais diversas regiões do nosso estado e, ainda, estados vizinhos. Também conta com a participação de quatro colaboradores da Hemorrede de Santa Catarina, sendo, três deles, bolsistas.


Residência Integrada Multiprofissional em Saúde - RIMS/HU/UFSC
A Residência Integrada Multiprofissional em Saúde (RIMS) do Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina (HU/UFSC) é uma modalidade de Pós-graduação lato sensu caracterizada pela formação em serviço, supervisionada por profissionais capacitados (preceptoria e tutoria), em regime de dedicação exclusiva, com atividades desenvolvidas no HU-UFSC e em outras instituições de saúde em regime de cooperação técnica.

O projeto está estruturado em três áreas de concentração – Atenção em Urgência e Emergência, Atenção em Alta Complexidade e Atenção em Saúde da Mulher e da Criança – e conta com profissionais das áreas de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Odontologia, Serviço Social e Psicologia.

A RIMS foi implementada no HEMOSC no ano de 2012 atendendo às demandas de formação em Alta Complexidade, envolvendo atividades de curta e média duração, definidas como Visita Técnica. De 2012 até janeiro de 2017, foram recebidos no HEMOSC um total de 20 profissionais abrangendo as áreas de Serviço Social, Farmácia e Bioquímica, Odontologia e Enfermagem.


 
Facebook Hemosc