Logo Hemosc

NOTÍCIAS

SC Transplantes realiza palestra no HEMOSC

A SC Transplantes (Central Estadual de Transplantes de Santa Catarina), foi criada em 1999, faz parte da estrutura da Superintendência de Serviços Especializados e Regulação da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina e funciona como agência executiva do Sistema Nacional de Transplantes com a função de coordenar as atividades de transplante em âmbito estadual, centralizando e coordenando todas as ações que envolvam captação e transplante no estado, e atuando no gerenciamento das listas únicas de receptores de órgãos e tecidos, nos processos de captação e distribuição de órgãos e tecidos, além de formular políticas de transplantes para o estado.

A enfermeira Silvana Wagner falou para 25 ouvintes sobre o sistema organizacional nacional e estadual de transplante, além de explicar sobre a validação de potencial doador, diagnóstico de morte cerebral, requisitos para doação, abordagem familiar, processo de doação, coleta de amostras para exames, retirada e transporte dos órgãos, critérios da lista de espera, realização e acompanhamento do transplante.

A captação de órgãos em Santa Catarina aumentou de 2,5 por milhão de habitantes em 1998 para 41,0 em 2018. Segundo Silvana o diferencial para incremento no número das captações de órgãos foi a capacitação das equipes hospitalares.

Ficou claro o cuidado que se tem com o doador e sua família, além da preocupação em não se perder nenhum órgão.

Para a Gerente Técnica do HEMOSC, Patrícia Carsten, foi uma excelente oportunidade de esclarecimento de questões envolvendo as atividades do HEMOSC para a SC Transplantes e que demonstrou a importância do trabalho das duas instituições públicas na vida dos catarinenses.

Todo o processo do transplante é uma corrida contra o tempo pela vida,” relata Silvana.


Data de atualização: 20/02/2019

 
Facebook Hemosc